Bloqueio previsto é de 9h na MT-251 durante obras no Portão do Inferno

O Ibama liberou, sob condicionantes, o corte do morro do Portão do Inferno, no trecho da MT-251 entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães, onde ocorreram deslizamentos de terra. De acordo com a manifestação do ICMBio, obtida pelo eh fonte, está previsto o fechamento da rodovia entre às 7h30 e 16h30 durante as obras, ocorrendo a liberação apenas aos finais de semana. O documento alerta para possíveis  “impactos socioeconômicos amplos, especialmente se prorrogado o prazo de execução”. A proposta inclui a construção de um caminho de serviço e dois locais para bota-fora para o sedimentos.

Ainda segundo o documento, “os caminhões deverão utilizar o atual caminho existente”, o que implicará um tráfego intenso sobre a área de risco, sendo necessária avaliação da  Sinfra-MT. Para o secretário-executivo do Formad, Herman Oliveira, o transporte de todo sedimento em um espaço de 120 dias, conforme a proposta do governo, é “inexequível”. Ele também questiona o impacto na atual estrutura e as consequências para o parque nacional. Os cortes no morro irão alterar “profundamente a paisagem”. O contrato assinado para execução da obra é de R$ 29,5 milhões. (eh fonte) 

O governador Mauro Mendes comemorou a liberação da licença na sexta-feira (28) e declarou que a obra começa nos próximos dias. “Vamos resolver definitivamente aquele problema ”, afirmou. (Secom) 

O Festival de Inverno de Chapada, realizado de 19/7 a 4/8, pode ser impactado. A prefeitura da cidade já negocia com o governo para que o bloqueio na estrada comece após o evento.

 

COLUNA

Francisca Medeiros

Informações que unem o campo e a cidade.

Cadê o Plano Safra?

O adiamento do anúncio do Plano Safra 2024/25 frustrou o setor agro, que criticou a desorganização e ineficiência. O governo explicou que está finalizando os números e prometeu a apresentação oficial nesta quarta-feira (3). A jornalista Francisca Medeiros analisa a importância do Plano Safra, os rumos para a agricultura, incluindo incentivos à agricultura de baixo carbono, expectativas sobre as taxas de juros e o volume destinado ao seguro rural, considerando as incertezas climáticas. Leia aqui

 

Lúdio lança candidatura e evita polarização política

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) lançou sua pré-candidatura a prefeito de Cuiabá e defendeu uma campanha sem polarização política entre Bolsonaro e Lula. Lúdio, atualmente oposição ao governo de Mauro Mendes, promete parceria com a administração estadual se eleito. Ele enfatizou a necessidade de ações concretas e parcerias para resolver problemas locais, como saúde e infraestrutura. Lúdio minimizou a importância dos apoios políticos de Bolsonaro e Lula, focando nas necessidades dos cidadãos de Cuiabá. (Olhar Direto) 

Senadores de MT são favoráveis à liberação de cassinos

Dois dos três senadores de Mato Grosso, Jayme Campos (União) e Margareth Buzetti (PSD), apoiam o projeto de lei que legaliza jogos de azar no Brasil. A senadora Rosana Martinelli (PL) adota uma postura cautelosa, aguardando mais informações antes de decidir seu voto. O projeto foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e segue para votação no Plenário. A legalização visa combater a lavagem de dinheiro e o crime organizado, além de promover o turismo e gerar receitas para políticas públicas. (Gazeta) 

TRE-MT lança campanha para denúncias de racismo

O TRE-MT  lançou um canal de denúncias contra racismo institucional. O órgão disponibilizou um formulário para que qualquer cidadão denuncie. A presidente do tribunal, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, afirma que a atual gestão não tolerará atos de racismo e busca a parceria da sociedade para promover igualdade. (TRE-MT)

 

Foto: Secom-VG

Garis de Cuiabá e VG entram em greve

Profissionais de limpeza urbana da Locar Saneamento Ambiental, que atuam em Cuiabá e Várzea Grande, entrarão em greve a partir desta  segunda-feira (01/07). Eles reivindicam reajuste salarial. A Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb), responsável pela contratação da Locar, esclareceu que por ser uma empresa privada “não pode interferir.” A greve poderá impactar nos serviços de limpeza urbana em Cuiabá. A assessoria de VG não deu retorno à reportagem. (VG Notícias)

Fapemat e Capes investem em pós-graduação de MT

Um termo de cooperação técnica assinado entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação, prevê o investimento de R$ 15,7 milhões em pós-graduação no estado. O objetivo é apoiar projetos de formação de recursos humanos para pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica sustentáveis, focando em Bioeconomia, Biotecnologia e Biodiversidade. (Midianews)

Gaúchos culpam políticos e população pela tragédia

Sete em cada dez gaúchos acreditam que as enchentes históricas dos últimos dois meses no Rio Grande do Sul poderiam ter sido evitadas, segundo pesquisa Datafolha. A maioria culpa as esferas governamentais, parlamentares e a população pela tragédia. Foram entrevistados, no estado, 2.457 brasileiros, incluindo 567 gaúchos, com margem de erro de 4 pontos percentuais. A percepção de que os danos poderiam ser evitados é maior na região metropolitana de Porto Alegre, devido a falhas em diques. A pesquisa tem nível de confiança de 95%. (Folha SP)

 

ONU quer explicações sobre denúncias em cadeias

A ONU solicitou esclarecimentos ao governo brasileiro sobre denúncias de escassez de alimentos, acesso inadequado à comida e falta de água potável no sistema prisional. Uma pesquisa inédita revela que quase 90% das unidades prisionais no Brasil oferecem menos refeições do que o recomendado e que, em algumas unidades, a água potável precisa ser fornecida pelas famílias dos detentos. O Ministério dos Direitos Humanos solicitou informações aos estados, que têm até 9 de julho para responder. (Folha SP)

Bebês de mães entre 8 a 14 anos caem 23%

O Brasil registrou 31 nascimentos diários de bebês de mães entre 8 e 14 anos em 2024, com queda de 23% em relação a 2023, segundo o Ministério da Saúde. O índice de maternidade indígena é quatro vezes maior entre meninas de 10 a 14 anos. Especialistas alertam para riscos elevados de mortalidade e complicações. (R7)

Ultradireita vence 1º turno de eleição na França

No primeiro turno ontem (30) o partido mais votado foi a Reunião Nacional (RN), aliado a dissidentes dos Republicanos, de direita. Seus 33% permitem projetar perto da maioria absoluta das cadeiras da Assembleia Nacional. Em segundo lugar (28%) ficou a Nova Frente Popular (NFP), coalizão de esquerda e extrema-esquerda, e  terceiro ficou o bloco Juntos (21%), que inclui o Renascimento, partido do presidente Emmanuel Macron, grande derrotado da eleição. (Folha SP)

 

Meio Ambiente

Foto: Prefeitura Municipal de Cáceres

Cáceres é um dos 4 municípios do país com três biomas

De acordo com dados do IBGE na publicação  “Bioma predominante por município para fins estatísticos”,  Cáceres (MT) é um dos quatro municípios brasileiros que abrangem três biomas distintos: Amazônia, Cerrado e Pantanal. Também contam com três biomas os municípios de Piripá (BA), Tremedal (BA) e São João do Paraíso (MG). O levantamento aponta que em MT  45% dos municípios são considerados interbiomas, reforçando a diversidade da região. O Pantanal, com 151.001 km², predomina em apenas nove municípios, em MT e MS, sendo Ladário (MS) o único totalmente inserido no bioma. A lista divulgada tem apenas fins estatísticos. (IBGE)

Frio vai durar pouco e julho terá temperaturas acima da média

A primeira frente fria quebrou uma sequência de dias quentes desde maio, principalmente na faixa central do Brasil. A partir de amanhã (2) a frente fria avança para o oceano e as temperaturas voltam a subir. No Centro-Oeste, as temperaturas já estarão mais elevadas pela manhã. Segundo o Climatempo, apenas a região Sul está com uma condição de temperaturas mais baixas, outra frente fria está prevista para o fim da segunda quinzena de julho, a mais intensa será na virada do mês para agosto. (G1)

Urupema (SC) registra a menor temperatura do ano com -7,2°C. (G1)

Único dinossauro do Centro-Oeste viveu em Chapada

Uma pesquisa do Museu de Ciências da Terra, em parceria com a UFRJ, revelou que a única espécie de dinossauro do Centro-Oeste, o Pycnonemosaurus Nevesi, era de Chapada dos Guimarães. Este dinossauro, um dos maiores do planeta, viveu há cerca de 70 milhões de anos, no período Cretáceo. Fósseis foram descobertos por lavradores de uma antiga fazenda que, ao verem que os ossos não eram de gado, entraram em contato com o Departamento Nacional da Produção Mineral (DNPM) na época. Uma réplica está em exposição no Museu de História Natural de Chapada dos Guimarães. (G1)

 

Economia

Foto: reprodução

Governo aciona bandeira amarela e energia fica mais cara

A conta de luz deve ficar mais cara a partir de julho. A Aneel definiu que haverá a aplicação da bandeira amarela. Com isto, haverá acréscimo de R$ 1,88 a cada 100 kW/h consumidos. Conforme comunicado, a previsão é que as chuvas fiquem cerca de 50% abaixo da média até o fim do ano. Com isto, as termelétricas, que têm um custo de operação maior, devem ser acionadas para suportar a demanda. (Metrópoles) 

Fraude das Americanas tinha esquema de 5 níveis

O Ministério Público Federal (MPF) revelou detalhes do esquema de fraude nas Lojas Americanas, que era estruturado em cinco níveis e chefiado pelo ex-CEO da companhia, Miguel Gutierrez. A operação envolvia desde a alta gestão até funcionários de níveis inferiores, demonstrando um elaborado plano para fraudar as contas da companhia. Ao todo, a Justiça Federal determinou o bloqueio de R$ 500 milhões dos investigados. (G1)

 

Esporte

Foto: reprodução

Menino de 10 anos é o mais jovem mestre da história do xadrez

O argentino Faustino Oro, de dez anos, alcançou esse feito em um torneio em Barcelona, onde mora há pouco tempo. Com 10 anos, 8 meses e 16 dias, superou o recorde anterior de Abhimanyu Mishra. O título exige três desempenhos em torneios internacionais e uma pontuação mínima de 2400 no ranking Elo. Agora, Faustino busca o título de grande mestre, que requer três normas em nível mais alto e pelo menos 2500 pontos no ranking Elo. (O Globo) 

 

Agenda da semana

Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

A semana começa com a proibição do uso de fogo na Amazônia e no Cerrado em MT. No Pantanal, a proibição está em vigor desde a terceira semana de junho. Na Amazônia e Cerrado, a restrição permanece até 30 de novembro, enquanto no Pantanal, até 31 de dezembro. A severa estiagem e a baixa umidade do ar têm aumentado o risco de incêndios. O Corpo de Bombeiros já distribuiu equipes em 50 cidades do estado e pede a colaboração da população para respeitar as medidas

01/07 – Segunda-feira 

Retorno das aulas em alguns campi do IFMT. Confira aqui como será o retorno de cada um

Assembleia da Adufmat para decidir sobre a saída da greve dos docentes, às 13h

O TJMT promove o Seminário ‘Justiça Restaurativa em Ação: Transformando Sistemas e Unindo Regiões’ na sede do Tribunal, em Cuiabá. O evento segue até o dia 02/07 – 8h30 às 18h 

Segundo Encontro Multidisciplinar da Escola da Advocacia Pública, promovido pela Esmagis-MT. O curso acontece até 25/07, de forma híbrida – 19h às 21h 

1ª Reunião de Mulheres Parlamentares do G20, em Maceió 

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços divulga o saldo da balança comercial no mês de junho

03/07 – Quarta-feira

Lançamento do Plano Safra 24/25, em Brasília 

IBGE divulga a produção industrial de maio

Na Arena Pantanal, o Cuiabá enfrenta o Botafogo – 19h

04/07 – Quinta-feira

Início do mutirão de cirurgias eletivas, em Cuiabá 

Grupos de Trabalho que analisam a Reforma Tributária podem apresentar à Câmara suas propostas para a regulamentação da reforma

06/07 – Sábado

Cuiabá joga contra o Flamengo, no Maracanã – 21h

07/07 – Domingo

Começa no Paraguai a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados