Mauro vende VLT por R$ 1 bi em quatro prestações anuais

Foto: Gcom-MT

Mauro vende  VLT por R$ 1 bi em quatro prestações anuais

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, concretiza nesta quarta-feira (3) no Tribunal de Contas da União (TCU) a venda dos vagões do VLT. O acordo envolve valores da ordem de R$ 1 bilhão e deverá ser pago em quatro prestações anuais, segundo informações do tribunal. O acordo é apontado como inédito pela corte. O valor informado até então era de R$ 793,7 milhões.

A reunião será às 14h30 (horário de Brasília) com a participação do presidente do TCU, ministro Bruno Dantas, do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, e dos presidentes dos Tribunais de Contas e dos Ministérios Públicos dos estados. Na última sexta-feira, o TCE-BA aprovou o acordo. Em MT, Mauro Mendes não deu detalhes das negociações. O valor é considerado suficiente para a conclusão das obras do BRT (corredores de ônibus) e à aquisição dos veículos para o sistema. A previsão é que a primeira parcela do pagamento seja realizada em dezembro. (TCU/ Folha SP)

Justiça anula vídeo do paletó como prova contra Emanuel

A 4ª Turma do TRF-1 declarou ilegal a gravação do vídeo em que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), aparece colocando maços de dinheiro no paletó dentro do Palácio Paiaguás, quando era deputado estadual. O relator do processo, Marcos Augusto de Sousa, entendeu que o vídeo foi gravado de maneira ilícita, sem autorização judicial. Contudo, Emanuel segue como réu, já que os desembargadores votaram contra arquivar a ação. Agora, a Justiça Federal no estado deverá indicar outras provas que sustentem a acusação. O MPF defendeu a legalidade da gravação. (MidiaNews)

Lula desiste de visita a MT  temendo hostilidades

O presidente Lula desistiu de viajar a Mato Grosso, Goiás e Santa Catarina, estados onde foi derrotado por Jair Bolsonaro nas eleições de 2022. O presidente planejava lançar o Plano Safra em Rondonópolis (MT) em 26 de junho, mas o evento foi transferido para o Palácio do Planalto, ocorrendo nesta quarta-feira (3). A desistência ocorreu em meio à rejeição no setor do agronegócio no estado. O Planalto chegou a planejar encontros quinzenais com representantes do agro, mas até agora, apenas um foi realizado, com produtores de frutas. (G1)

Justiça desbloqueia contas do PT-MT

O diretório do PT de Mato Grosso teve R$ 62,9 mil desbloqueados pela Justiça Eleitoral. A restrição de recursos havia sido imposta a pedido da Procuradoria-Regional da Fazenda Nacional da 1ª Região. Além do PT, os diretórios regionais do Republicanos, PP, PTB, Podemos, Pros e PL também estavam incluídos no pedido de bloqueio de R$ 82,5 mil pela Procuradoria da Fazenda.  O juiz destacou que o bloqueio impede o funcionamento regular das atividades partidárias, essenciais para o processo democrático. (FolhaMax)

 

Foto: reprodução

Rafael Ranalli assume cadeira na Assembleia

O policial federal Rafael Ranalli (PL) toma posse nesta quarta-feira (3) na vaga do deputado estadual Elizeu Nascimento (PL) na ALMT pelos próximos 30 dias. Ranalli é pré-candidato a vereador em Cuiabá e já disputou as eleições de 2018 e 2022, primeiro para deputado federal e depois para estadual, quando recebeu 11.097 votos. O suplente é conhecido por sua postura conservadora e declarações bolsonaristas. (Olhar Direto) 

Botelho promete romper contratos de empresas da família

O pré-candidato Eduardo Botelho (União) afirmou que, caso eleito, vai romper todos os contratos das empresas da sua família com a prefeitura de Cuiabá. Uma delas, a Construtora Nhambiquaras, que tem como sócios irmão e filho do deputado, presta serviços de infraestrutura como recapeamento e construção. Ele afirmou que a contratação da empresa caso seja eleito “não é compatível”, apesar de não ter mais ligação formal com ela. Botelho tem sido atacado por adversários políticos por conta do tema. Segundo ele, por “má-fé”. (MídiaNews)

Garis decidem suspender a greve até sexta-feira

Os garis de Cuiabá decidiram suspender a greve até sexta-feira, após assembleia realizada ontem. A decisão foi tomada para permitir novas negociações com a prefeitura. O sindicato destacou a importância de manter o diálogo aberto e buscar soluções para as demandas dos trabalhadores. As atividades de coleta de lixo serão retomadas enquanto as discussões prosseguem. A situação será reavaliada na próxima assembleia, marcada para sexta-feira. (RDNews)

Sinfra quer iniciar as obras no Portão do Inferno imediatamente

O Secretário de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo de Oliveira, demonstrou que não deve levar em consideração o pedido do prefeito Osmar Froner (MDB), de Chapada dos Guimarães, sobre começar as obras de retaludamento do morro do Portão do Inferno só após a realização do Festival de Inverno, que ocorre entre os dias 15 de julho e 4 de agosto.

“A partir da semana que vem, com as entradas das documentações que são as pendências dentro do Ibama, a gente já quer começar a obra. Eu só espero ter autorização. Daqui seis meses acabou o problema do Portão do Inferno, pois a obra vai estar feita, não vai ter problema nenhum e Chapada vai ter seu futuro garantido”, afirmou, em conversa com a imprensa. (Olhar Direto)

 

Foto: reprodução

Liberado para MT R$ 27 milhões em emendas Pix

O governo federal liberou R$ 27 milhões em emendas de transferência especial (emendas Pix) para 33 municípios de Mato Grosso com até 10 mil habitantes. São Pedro da Cipa, com 4.191 habitantes, receberá o maior valor: R$ 3,1 milhões; seguido por Dom Aquino com R$ 3 milhões e Denise com R$ 2,3 milhões. A liberação visa cumprir acordo com o Congresso e garantir pagamento antes do período vedado pela legislação. Essas emendas transferem recursos diretamente às prefeituras e governos estaduais sem finalidade definida, gerando críticas pela falta de transparência. Confira aqui a lista. (Olhar Direto) 

TJMT derruba porte de armas em municípios

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) derrubou duas leis municipais de Campo Verde e Nova Mutum, que conferiam o porte de armas de fogo a colecionadores, atiradores desportivos e caçadores. As leis foram declaradas inconstitucionais. Os relatores das ações entenderam que é dever da União definir sobre o porte de arma em qualquer município ou estado do país. (FolhaMax) 

Medicamento contra o Alzheimer é liberado nos EUA

A FDA (Agência reguladora de medicamentos dos EUA)  aprovou o uso do donanemab, medicamento que retarda a progressão do Alzheimer em estágios iniciais. As injeções reduziram em 61% as placas amiloides e retardaram o declínio cognitivo e funcional em até 35%, durante 18 meses de tratamento. Nos EUA, o custo do remédio  varia entre 12 mil e 48 mil dólares, dependendo do tempo de uso. No Brasil, a droga está em avaliação pela Anvisa desde outubro de 2023. (G1)

 

Meio Ambiente

Foto: reprodução/ICV

Fogo atinge 32% de florestas e áreas recentemente desmatadas

Nos primeiros seis meses de 2024, a região Amazônica em Mato Grosso foi a mais afetada pelo fogo (50% das áreas queimadas), seguida pelo Cerrado (34%) e Pantanal (16%). Os dados são do Portal de Inteligência Territorial do Instituto Centro Vida (ICV). Do total de áreas queimadas, 32% correspondem a florestas ou áreas recentemente desmatadas. Outro dado do portal, é que de 1º a 30 de junho, apenas 14% das queimadas foram autorizadas, enquanto 86% ocorreram sem autorização. O ICV atualizou o portal incluindo também categorias fundiárias e iniciativas de restauração florestal. (eh fonte) 

Congresso precisa atuar pela preservação do Pantanal

As ministras Marina Silva (Meio Ambiente) e Simone Tebet (Planejamento) se reuniram com o governador Eduardo Riedel (PSDB-MS) para discutir ações de combate ao fogo no Pantanal. A articulação do governo federal é inédita se comparada aos históricos episódios de 2020 e 2023, mas insuficiente para evitar novas tragédias. Especialistas alertam que é preciso que as  ações se transformem em políticas públicas, envolvendo também o Congresso. (Folha SP)

MPF investiga contaminação do Rio Araguaia

O Ministério Público Federal vai apurar os níveis de contaminação do Rio Araguaia por oito agrotóxicos. Segundo a revista Environmental Advances, os níveis dos produtos estão acima do aceito pela União Europeia como seguros para o consumo. Dos oito pesticidas, cinco são associados a doenças como o câncer, defeitos congênitos e distúrbios endócrinos. As amostras foram coletadas entre 2018 e 2019 em oito afluentes do Araguaia. O estudo também revelou a escassez de informações de contaminação em bacias de água doce. (Olhar Jurídico)

 

Economia

Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Produtores de MT enfrentam dificuldade com mão de obra

Mesmo com a menor taxa de desemprego do Brasil, Mato Grosso tem mais demanda do que oferta de mão de obra no campo. Cerca de 70% dos produtores rurais têm alta dificuldade de contratar funcionários, segundo o Imea. Os produtores avaliam que o desafio enfrentado em relação ao tema é a necessidade de qualificação técnica. Entre 392 entrevistados em um levantamento, 36,99% indicaram que a principal carência é para encontrar operadores de máquinas. Outros 10,71% enfrentam desafios para selecionar profissionais de campo. (Globo Rural)

Agro deve perder R$ 37 bilhões em 2024

Mato Grosso deverá ter uma queda de R$ 37,95 bilhões na movimentação financeira no setor agropecuário em 2024, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A nova previsão dá novo fôlego aos produtores, pois revela uma redução do prejuízo em 29% em comparação a previsão anterior com perda de R$ 53,91 bilhões. Ao todo, agricultura e pecuária vão movimentar R$ 163,25 bilhões ao longo do ano. Cerca de 81% deste número é resultado das lavouras e os outros 19% da criação de animais. (Agro Olhar)

A colheita de milho teve sua projeção elevada para 47,30 milhões de toneladas na  safra 2023/24. Esse aumento representa um crescimento de 3,18% em relação à previsão de junho, embora ainda seja 9,90% inferior à colheita registrada na temporada 2022/23. Segundo um boletim do instituto, esse aumento na projeção foi impulsionado pelos bons resultados das lavouras até o final de junho nas áreas já colhidas. (Globo Rural)

Dólar volta a disparar e fecha em R$ 5,66

O dólar voltou a subir e atingiu R$ 5,665 numa alta de 0,22%, renovando seu maior valor desde janeiro de 2022 numa reação a novas falas do presidente Lula sobre o Banco Central. (Folha SP)

O que acontece com o dólar?  A moeda vem subindo no mundo todo por conta do momento econômico dos EUA. O principal motivo está nos juros. No entanto, a valorização do dólar foi mais acentuada no Brasil. Enquanto o real se desvalorizou cerca de 13,8% em 2024, o peso teve queda de 12,7%, e o peso mexicano, 8%. (UOL) 

Governo quer corte de impostos da carne na cesta básica

O presidente Lula defendeu a inclusão de cortes específicos de carnes, como frango, músculo e acém, na cesta básica para beneficiar a população mais vulnerável. A medida está sendo debatida no Congresso como parte da regulamentação da reforma tributária. Lula reconheceu que ainda não sabe se a ideia tem o aval do Congresso e que a proposta do governo não é “irrevogável”. Em reunião com o ministro da Fazenda, Haddad, o presidente da Abras, João Galassi, apresentou um estudo mostrando que a reforma tributária pode aumentar o custo da cesta básica em 60%, considerando a média nacional. (R7)

 

Digital

Foto: Ascom/ANPD

Brasil proíbe Meta de usar dados de usuários para treinar IA

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) determinou a imediata suspensão no Brasil da vigência da nova política de privacidade da empresa Meta – big tech responsável pelo Facebook, Instagram e WhatsApp – que autorizava o uso de dados pessoais publicados em suas plataformas para fins de treinamento de sistemas de inteligência artificial (IA). Foi estabelecida multa diária de R$ 50 mil por descumprimento.

A prática foi alvo de questionamento na Europa e, no Brasil, pelo Instituto de Defesa de Consumidores (Idec). Em nota, a Meta disse estar “desapontada” com a decisão da autoridade nacional e defendeu a abordagem da empresa para IA. (Gov/G1)

Por que isso importa? Porque o conteúdo que você e milhões de pessoas postaram nas redes está servindo para treinar IA sem informações detalhadas sobre onde a ferramenta poderá ser usada. (G1)