A inflação que pesa no bolso

Foto: arquivo/EBC

 

COLUNA

Regina Alvarez

Análises e informações sobre o dia a dia da economia e como ela afeta o seu bolso.

A inflação medida pelo IPCA desacelerou em março, em relação ao mês anterior, ficando em 0,16%. Será que há motivos para comemorar? Em termos, porque há um incômodo generalizado em relação à inflação de alimentos, que tem subido bem mais do que a média de preços. 

A coluna de Regina Alvarez trata do impacto da inflação de alimentos na popularidade do presidente Lula, das medidas em estudo no governo para reduzir o custo da cesta básica e explica o que é a inflação pessoal, aquela que afeta diretamente o nosso bolso. Leia aqui. 

 

Comissão da Câmara rejeita defesa de Emanuel Pinheiro

Em decisão unânime, a Comissão Processante da Câmara Municipal de Cuiabá rejeitou os argumentos da defesa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e decidiu prosseguir as investigações por possível infração político administrativa. A comissão vai realizar três audiências durante a semana para ouvir as testemunhas e analisar o material. Agora, o grupo tem até o dia 20 de junho para concluir os trabalhos e apresentar um parecer para o plenário da Câmara. (Gazeta) 

Ex-prefeito de Rondonópolis é condenado a pagar 180 mil

O ex-prefeito de Rondonópolis Percival Muniz e Fabrício Miguel Correa, ex-secretário municipal de Transporte, foram condenados por improbidade administrativa pela 2ª Promotoria de Justiça Cível do município. A decisão aponta violações graves à Lei de Licitações, incluindo a falta de formalização de contrato. As sanções incluem o ressarcimento de R$ 90,3 mil com correção, suspensão de direitos políticos por três anos e o pagamento de multa civil no valor de R$ 90,3 mil também corrigidos. (MidiaNews)

Deputado vota na ALMT enquanto dirige

Causou polêmica o vídeo do deputado Dr. Eugênio (PSB) ao participar, de forma virtual, da sessão da CCJR da Assembleia Legislativa na terça-feira (9), enquanto dirigia. No momento do seu voto, é possível ver o carro em movimento e o parlamentar manuseando o volante. Dr. Eugênio informou, em nota, que estava com o carro parado na trincheira próxima à ALMT.

Na avaliação do advogado Eduardo Cezaretto, especialista em Direito de Trânsito, o deputado infringiu o Código de Trânsito. Segundo ele, mesmo que o condutor esteja momentaneamente parado com o veículo em razão do fluxo, ele precisa garantir a atenção exclusiva no trânsito. (G1-MT)

 

“Rei do Porco” orando aos pés de Bolsonaro viraliza na web

O empresário Reinaldo Moraes, conhecido como “Rei do Porco”, aparece em um vídeo passando óleo ungido os pés do ex-presidente Jair Bolsonaro, em Diamantino (MT). O empresário, que já foi candidato ao Senado em 2020, é apoiador do ex-presidente. Ele aparece junto a outros apoiadores, pedindo que “Deus leve Bolsonaro novamente à presidência”. (Primeira Página) 

Lira critica Padilha e chama ministro de incompetente

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), elevou o tom das críticas contra o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e afirmou  que o petista é seu “desafeto pessoal” e “incompetente”. As declarações foram dadas um dia após o plenário da Câmara ter aprovado a manutenção da prisão do deputado federal Chiquinho Brazão (sem partido-RJ), suspeito de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). Lira foi questionado sobre a tese de que ele teria saído enfraquecido após a votação na quarta (10). (Poder 360)

Foto: reprodução

Dentistas de Cuiabá também aprovam greve geral

Os profissionais de odontologia da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá decidiram por deflagrar greve a partir do dia 22 de abril. Eles pedem melhores condições de trabalho e que seja aprovado um PCCV (Plano de Cargo, Carreiras e Vencimento), além do pagamento do prêmio saúde. O motivo para a mobilização foi o atraso no pagamento do adicional de insalubridade. Os dentistas acompanharam os enfermeiros, que entraram em greve na quarta (10). (MidiaNews) 

Educação – Os servidores da UFMT e do IFMT protestaram ontem (11) na praça Ulysses Guimarães, em frente a Sefaz, em Cuiabá. Os profissionais cobram do governo federal melhorias para a categoria e reajuste salarial. O movimento contou com a participação de aproximadamente 200 servidores e professores das unidades de ensino. (Gazeta) 

 

Servidores ambientais recusam proposta para fim da greve

Servidores ambientais mantêm paralisação diante da nova proposta salarial do governo Lula, considerada insuficiente. A categoria, em greve desde o início do ano, avaliou que, apesar de alguns avanços, a oferta não atende às principais demandas e prejudica novos ingressantes na carreira com reduções salariais de até 6%. O sindicato da categoria destaca a falta de correção das distorções de carreira. Assembleias setorizadas estão previstas, sem expectativa de encerramento da paralisação. (Folha SP) 

Lula veta proibição de ‘saidinha’ para semiaberto

Lula sancionou ontem (11), com veto, a lei que restringe ‘saidinha‘ de presos. O presidente acatou uma recomendação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, para manter o direito à saída temporária dos presos do semiaberto para visita a familiares. Segundo a lei sancionada, fica proibida a saída temporária de presos condenados por praticar crimes hediondos, com violência ou grave ameaça, como os de estupro, homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e tráfico de drogas.  Agora, o veto será analisado por deputados e senadores, que poderão manter ou derrubar a decisão do presidente. (G1)

Juiz de MT entra na mira do CNJ por soltar traficantes

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) instaurou um pedido de providências contra o juiz federal Guilherme Michellazzo Bueno, que soltou dois traficantes flagrados com 420 kg de drogas durante o plantão na 1ª Vara Federal Cível e Criminal de Cáceres. O procedimento é assinado pelo corregedor nacional, ministro Luís Felipe Salomão. De acordo com a assessoria, o juiz será notificado para apresentar defesa no prazo de 15  dias. No despacho, o magistrado escreveu que “ao que tudo indica” os dois homens são pobres, seriam somente “mulas” e teriam aceitado fazer o transporte para obter dinheiro fácil. Eles confessaram que receberiam R$ 30 mil pelo trabalho. (MidiaNews)

 

STF: Estado deve indenizar vítimas de bala perdida

O Supremo decidiu que o Poder Público deve ser responsabilizado, na esfera cível, pela morte ou ferimento de vítimas de balas perdidas decorrentes de operações de segurança pública. A Corte também definiu que a perícia inconclusiva sobre a origem do disparo fatal durante operações não é suficiente por si para afastar a responsabilidade civil do Estado. (G1)

Anabolizantes aumentam em quase três vezes o risco de morte

Um estudo dinamarquês revela que o uso de anabolizantes pode elevar em 2,8 vezes o risco de morte. O levantamento, baseado em inspeções antidoping, acompanhou 1.189 homens usuários e 59.450 controles da população em geral, por 11 anos. A pesquisa mostra uma taxa de mortalidade significativamente mais alta entre os usuários. Substâncias sintéticas derivadas da testosterona aumentam os riscos à saúde, principalmente à saúde cardiovascular. (Estadão) 

 

Meio Ambiente


Foto: arquivo/Agência Brasil

ONG liga crimes no cerrado a gigantes da moda européia

Até chegarem nas vitrines de marcas gigantes como Zara e H&M, calças, bermudas, camisetas e meias de algodão deixam para trás um rastro de desmatamento, grilagem de terras e violação de direitos humanos no cerrado brasileiro. Para o consumidor, as peças parecem acima de qualquer suspeita. A denúncia faz parte do relatório Fashion Crimes da organização Earthsight. Ao longo de um ano, uma investigação detalhada focou nos negócios que conectam as lavouras do Brasil, quarto maior produtor da commodity no globo, às marcas europeias. (Folha SP) 

ONU: humanidade tem 2 anos para salvar o planeta

O secretário-executivo das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, Simon Stiell, avalia que os próximos dois anos são “essenciais para salvar nosso planeta”. Para ele, ainda há uma chance de fazer com que as emissões de gases do efeito estufa caiam, com uma nova geração de planos climáticos nacionais. Os cientistas afirmam que reduzir pela metade as emissões de gases do efeito estufa até 2030 é crucial para evitar um aumento de mais de 1,5ºC nas temperaturas globais. (UOL) 

 

Economia

Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Preços da soja ‘ignoram’ novas estimativas de colheita

A queda do preço da soja na bolsa de Chicago pressionou as cotações no Brasil. Nem mesmo a alta do dólar e os prêmios positivos para as exportações evitaram que o grão se desvalorizasse no mercado interno. Em Mato Grosso, a média estadual ficou em R$ 105,70 a saca de 60 quilos, de acordo com o Instituto de Economia Agropecuária do Estado (Imea), queda de 0,53% em comparação com o dia anterior.

A Conab reduziu sua estimativa de safra de soja para o Brasil, a 146,50 milhões de toneladas, leve redução quando comparada com as 146,85 milhões divulgadas no mês passado. (Globo Rural) 

Folga no Orçamento gera disputa política

Uma folga de R$ 15 bilhões no Orçamento Federal está no centro de uma disputa política, envolvendo demandas de servidores por reajustes salariais, o bloco do Centrão buscando recompor emendas e esforços do governo para destinar fundos ao novo PAC. A brecha orçamentária foi criada após uma manobra legislativa na Câmara, inserindo um “jabuti” em um projeto não relacionado. O Senado ainda precisa revisar a medida, ampliando o debate sobre a alocação dos recursos. (G1)

Energisa e subsidiárias buscam R$ 2,4 bi em títulos

A Energisa Mato Grosso quer captar até R$ 460 milhões por meio de debêntures (títulos bancários), com vencimentos previstos para cinco e sete anos. A companhia vai usar o dinheiro para a gestão ordinária dos negócios. A iniciativa faz parte de um esforço conjunto da concessionária e suas subsidiárias, que buscam um total de R$ 2,48 bilhões em ofertas de debêntures, atuam nas operações os bancos XP, BTG Pactual, Itaú BBA e Safra. (Valor) 

 

Semana de 4 dias: empresas no Brasil têm resultados positivos

Vinte e duas empresas brasileiras estão participando de um experimento para avaliar os impactos da semana de trabalho de 4 dias. Entre aquelas que já implementaram o modelo, os resultados apontam aumento na produtividade e colaboradores mais felizes, que também se mostraram propensos a permanecer nos seus cargos. Embora quase todas as empresas tenham escolhido conceder folgas na sexta, uma parte delas adotou um modelo de escalas, para manter o funcionamento durante toda a semana. (O Globo) 

BC lança moeda de R$ 5 em comemoração a 1ª Constituição

O Banco Central lançou uma moeda comemorativa de prata, em alusão aos 200 anos da primeira Constituição brasileira. O valor de face é de R$ 5,00, e a tiragem inicial é de três mil unidades. Destinada a colecionadores, a moeda está sendo vendida por R$ 440,00 pelo site Clube da Medalha, da Casa da Moeda do Brasil. Esse tipo de lançamento é tradicional no BC. (Veja)

 

Cultura

Foto: divulgação/Museu das Ilusões

Dicas para o fim de semana 

O Museu das Ilusões, único do gênero na América Latina, está com exposição no Shopping Estação Cuiabá. São mais de 90 atrações, reunindo um acervo único de ilusões de ótica e experiências divertidas, que brincam com o cérebro e com a razão. O Museu funciona de terça a sábado, das 10h às 22h e, aos domingos e feriados, das 12h às 20h. (Assessoria)

A PF em Mato Grosso, em comemoração aos 80 anos da instituição, realiza a partir de hoje (12) uma exposição fotográfica com  momentos emblemáticos da sua história. A abertura oficial do evento ocorre às 10h30, no térreo do Shopping Goiabeiras. A exposição se estenderá até o dia 24 deste mês. (PF)

A Feira do Vinil e Criatividades de Cuiabá chega à sua 26ª edição a partir de amanhã (13), no Frvin Pub, das 14h às 21h. O evento é gratuito e aberto para todas as idades. O público é convidado a doar livros ou alimentos não perecíveis. Nesta edição, serão 20 expositores de discos de vinil e da economia criativa. A programação será embalada pelos melhores DJs de Cuiabá, discotecando a partir de vinis. (Gazeta)

O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso inaugura no domingo (14), a exposição temporária ‘A Arte em Memória de Sitó’, que reúne 36 obras do artista plástico Antônio Pereira da Silva, carinhosamente conhecido como Sitó. A mostra será aberta ao público às 10h e segue até o dia 04 de agosto. A expografia inclui recursos de acessibilidade. (HiperNotícias)