Na contramão da Amazônia, MT tem aumento de 9% no desmatamento

 

Foto: Amanda Perobelli/Agência Brasil

O desmatamento na Amazônia Legal, no período de agosto de 2022 a julho de 2023, reduziu 22,3%, mas Mato Grosso andou na contramão e aumentou a taxa de desmatamento em 9%, em igual período de comparação. Conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgados ontem, a área desmatada no país alcançou 9.001 quilômetros quadrados, superfície equivalente ao tamanho da República de Chipre. Na edição anterior, esse número havia sido de 11.594 km². Nos últimos 20 anos, o índice do Prodes atingiu sua marca mais alta em 2004, quando 27,7 mil km² foram desmatados.

Primeira-dama de MT  diz que operação da PF visa atingir o marido

A primeira-dama Virgínia Mendes criticou a Operação Hermes II, da Polícia Federal, e saiu em defesa do filho Luis Antônio Mendes, que está entre os investigados. Em postagem em rede social, Virgínia afirmou que a ação policial visa atingir o governador Mauro Mendes (União). “Repudio toda e qualquer maldade contra o meu filho, estão usando de má-fé o nome dele, onde na verdade querem atingir o pai”, escreveu.

As empresas de Luis Mendes, Kin Mineradora Ltda e Mineração Aricá Ltda, foram alvos  da operação que investiga a venda ilegal de  mercúrio em garimpos na Amazônia. A Justiça negou um pedido de prisão preventiva contra Luis Mendes e outros 15 empresários.. “Ele não assina, não compra, somos sócios minoritários”, afirmou a primeira-dama. (Instagram/ehfonte) 

 

COLUNA

Regina Alvarez

Análises e informações sobre o dia a dia da economia e como ela afeta o seu bolso.

A taxa básica de juros afeta todos os segmentos da economia. A Selic caiu para 12,25% ao ano, mas ainda é a maior do mundo.

A colunista Regina Alvarez explica nesta edição os efeitos da queda dos juros na economia e o impacto no crescimento econômico e na vida das pessoas. Se os juros caem, a tendência natural é que o crédito seja ampliado e fique mais barato. Os empresários têm mais condições de ampliar a produção e impulsionar as vendas. E o consumidor terá acesso a mais produtos e serviços com preços mais baixos.

Leia aqui a coluna na íntegra

 

 

Ministro arquiva duas ações contra Bolsonaro no TSE 

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Benedito Gonçalves, arquivou duas ações contra o ex-presidente Jair Bolsonaro e seu vice na chapa de 2022, general Walter Braga Netto. As ações acusam Bolsonaro de uso indevido dos meios de comunicação e abuso de poder político. Gonçalves rejeitou os processos alegando que não atendiam aos requisitos iniciais. Bolsonaro teve a inelegibilidade até 2030 determinada pelo TSE em junho de 2023, decisão da qual ele recorre no STF. Braga Netto também foi declarado inelegível pelo TSE. (Poder 360)

“Enem não demoniza o agronegócio”, diz presidente do INEP 

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Manuel Palácios, disse que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não demoniza o agronegócio e defendeu o instituto das acusações de viés ideológico na prova. No primeiro dia do exame, domingo passado, questões que citavam a competitividade e o agronegócio foram alvo de fortes críticas por especialistas, que viram “viés doutrinário” e “esquerdismo raso” nas perguntas. A Frente Parlamentar da Agropecuária quer a anulação da prova. (Gazeta Digital)

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro (PSD-MT), chegou a afirmar que erraria as questões do Enem sobre o agronegócio criticadas pelos ruralistas. (G1) 

 

STF acolhe recurso do MPE sobre anos iniciais da Educação

O Supremo Tribunal Federal (STF) deu provimento ao recurso do Ministério Público de Mato Grosso contra acórdão que extinguiu, sem exame de mérito, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que questiona a transferência da responsabilidade do estado para os municípios de atendimento integral à demanda dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Desse modo, a ADI voltará a tramitar no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. No STF, o relator do processo é o ministro Edson Fachin. (MidiaNews/Assessoria STF)

https://www.midianews.com.br/judiciario/stf-acata-recurso-do-mpe-em-acao-que-questiona-decreto/456805

TSE aprova criação de novo partido resultado de fusão entre PTB e Patriota

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou ontem, por unanimidade, a fusão dos partidos PTB e Patriota, que, após a união, passa a se chamar Partido da Renovação Democrática (PRD). A nova legenda deve ter o número 25 na urna.

Pela cláusula de barreira vigente, para ter acesso aos recursos públicos a legenda precisa eleger pelo menos 11 deputados federais, distribuídos em pelo menos nove unidades da Federação. (Agência Brasil)

 

Meio Ambiente

Barroso dá 60 dias para plano do governo contra invasão de terras indígenas

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), estabeleceu um prazo de 60 dias para que o governo federal elabore um plano de ação para a retirada de invasores de terras indígenas. A decisão afeta sete comunidades em situação crítica: Yanomami, Karipuna, Uru-Eu-Wau-Wau, Kayapó, Araribóia, Munduruku e Trincheira Bacajá. Devem ser detalhados objetivos específicos, recursos,  cronograma, impactos esperados e medidas de prevenção de novas invasões. (Estadão) 

Inmet emite alerta de perigo para MT por causa do calor

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu ontem um alerta de perigo para cinco estados por causa de uma onda de calor que deve aumentar as temperaturas até amanhã. O fenômeno pode se expandir e ganhar intensidade. Até agora, o alerta vale para as regiões de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Segundo o Instituto, as temperaturas nessas regiões devem ficar até 5ºC acima da média. Já a MetSul diz que a onda de calor será incomum e uma das mais intensas da história, com temperaturas de 45ºC ou mais no Centro-Oeste, interior de São Paulo e regiões de Minas Gerais. Pela previsão da MetSul, o calor deve durar entre 10 e 14 dias e pode quebrar recordes de temperaturas. (G1)

 

Período de restrição às queimadas é prorrogado até 30 de novembro

O período de restrição de uso do fogo para limpeza e manejo de áreas foi prorrogado pelo governo do estado até 30 de novembro de 2023. A medida leva em consideração prognósticos climáticos adversos, como estiagem prolongada, altas temperaturas, ondas de calor, baixa umidade relativa do ar e intensos ventos, que propiciam o aumento de incêndios florestais.

Mesmo no período proibitivo, é permitido o uso do fogo nas práticas de prevenção e combate a incêndios, como aceiros e técnicas de contra fogo, realizadas ou supervisionadas pelas instituições públicas responsáveis. Já o uso do fogo em áreas urbanas é proibido o ano todo. O decreto nº 579/2023 foi publicado na Imprensa Oficial de Mato Grosso (Iomat), ontem (9). (Famato/Secom-MT)

 

Guerra Israel x Hamas

Segundo o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, o grupo de 34 brasileiros deve ser autorizado a sair da Faixa de Gaza nesta sexta-feira. 

A passagem em Rafah, que liga a Faixa de Gaza ao Egito, foi reaberta para a saída de mais estrangeiros. 

Os houthis do Iêmen atacaram Israel com foguetes. Enquanto isso, o governo israelense aceitou fazer ‘pausas’ militares de 4 horas diárias no norte de Gaza. 

A ONU afirmou que toda a população da Faixa de Gaza passa fome. A OMS divulgou que a falta de água potável está provocando um surto de diarreia em mais de 30 mil pessoas em Gaza. (G1)

 

Economia

Foto: EBC

Congresso aprova projeto para compensar estados por perdas bilionárias 

O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira (9) um projeto que autoriza a União a repassar dinheiro a estados e municípios para compensar perdas na arrecadação em 2023. Essas perdas no recolhimento do ICMS foram causadas pelas medidas tomadas pelo então presidente Jair Bolsonaro, em 2022, para baratear os combustíveis em ano eleitoral. O ICMS é um dos impostos que incidem sobre os combustíveis e uma das principais fontes de arrecadação dos estados. 

De um total de R$ 15 bilhões, R$ 8,7 bilhões serão utilizados pelo governo federal para cobrir as perdas dos estados, enquanto os R$ 6,3 bilhões restantes ajudarão a manter os fundos de participação dos estados e dos municípios estáveis em relação aos níveis de 2022. As perdas são estimadas em R$ 27 bilhões.(G1/O Globo)

Seca em MT deve tirar 7,3 milhões de toneladas da nova safra

O volume da produção brasileira de grãos deve atingir 316,7 milhões de toneladas na safra 2023/2024, com redução de 4,7 milhões de toneladas ou 1,5% em relação ao registrado em 2022/23. Os dados foram divulgados ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Mato Grosso, maior produtor de grãos do país, não foge dessa realidade e deve contabilizar uma perda anual de mais de 7,3 milhões de toneladas de grãos.

A retração em relação ao ano anterior é estimada em 7,2%, com a oferta caindo de 100,98 milhões de toneladas – recorde no estado – para 93,66 milhões de toneladas. Os extremos climáticos de seca no Centro-Oeste e enchentes no Sul, sustentam as projeções. (Eh Fonte e Conab)

 

6,4 milhões de domicílios no país não têm acesso à internet

De acordo com dados do IBGE, 6,4 milhões dos domicílios particulares permanentes no Brasil não possuem acesso à internet, representando 8,5% do total de domicílios registrados (75,3 milhões). Os dados são de um recorte da Pesquisa por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) divulgado ontem. Para 28,8% dos entrevistados, aproximadamente 1,8 milhão de domicílios, um dos motivos para a não utilização do serviço é por ser caro demais. Menos abrangente, mas que também evidencia a desigualdade na distribuição de internet no país, o fato de o serviço não estar disponível na região do domicílio (5,4%) também foi um dos motivos para não se ter internet. (CNN)

Zanin pede vista e dá tempo ao governo Lula para tentar acordo sobre FGTS

O ministro Cristiano Zanin Martins, do Supremo Tribunal Federal, pediu vista — mais tempo de análise — e adiou o julgamento sobre a correção monetária dos valores do FGTS, dando tempo para o governo Lula tentar costurar um acordo com centrais sindicais sobre o tema. Zanin alegou que precisaria de mais tempo para analisar o caso, especialmente após as mudanças feitas pelo presidente do STF, Luís Roberto Barroso, em seu voto sobre a correção do FGTS. Ele terá até 90 dias para devolver o processo para julgamento 

Antes do pedido de Zanin, o presidente do STF, Luís Roberto Barroso, havia anunciado que não aceitaria a solicitação do Planalto para postergar a discussão. O ministro modulou o próprio voto, mas, mesmo assim, o julgamento foi novamente travado. (UOL)

 

 

Relatório sobre IA  aponta necessidade de investimentos do governo

O relatório da Academia Brasileira de Ciências (ABC) sobre inteligência artificial (IA) destaca tanto os riscos quanto os benefícios potenciais dessa tecnologia avançada para o Brasil. Entre os riscos, o relatório aponta a possibilidade de um declínio tecnológico e de uma dependência externa caso o país não invista adequadamente em IA. Isso pode impactar negativamente o emprego, especialmente aqueles que requerem menor qualificação, e aumentar a necessidade de especialização. Sugere também uma campanha nacional de informação para educar a população  (Agência Brasil)

Foto: divulgação

Obra ilustrada com IA é indicada ao Prêmio Jabuti 

Uma obra ilustrada por Inteligência Artificial (IA) foi selecionada  pelo Prêmio Jabuti para concorrer  na categoria de melhor ilustração de 2023. A edição de Frankenstein, obra em domínio público de Mary Shelley, foi publicada pela editora Clube de Literatura Clássica e desenvolvida com inteligência artificial pelo designer Vicente Pessôa. Pela primeira vez, no Brasil e no mundo, um clássico da literatura foi inteiramente ilustrado por IA.  (Folha SP)

 

Variedades

Dia da Consciência Negra é feriado em Mato Grosso

O Dia da Consciência Negra será comemorado no próximo 20 de novembro e será feriado em seis estados e cerca de mil municípios brasileiros por lei estadual ou municipal. Em Mato Grosso, a lei estadual foi aprovada em 2002.  Há um projeto de lei em tramitação que debate tornar o Dia da Consciência Negra um feriado nacional. A proposta já foi aprovada pelo Senado e aguarda votação na Câmara dos Deputados. A data de 20 de novembro faz referência ao dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Ele comandou a resistência de milhares de negros contra a escravidão no Quilombo dos Palmares, localizado na Serra da Barriga, em Alagoas. (G1)

Projeto cria rota de turismo fluvial no rio Cuiabá

A Comissão de Turismo da Câmara dos Vereadores de Cuiabá e a Marinha do Brasil devem analisar proposta da prefeitura de Cuiabá, em parceria como o município vizinho de Várzea Grande, para criação de uma rota fluvial turística no rio Cuiabá, com a construção de pontos de embarcações na Orla do Porto com destino às regiões de São Gonçalo Beira Rio e Bom Sucesso. Segundo o secretário de Turismo de Cuiabá, Lincoln Tadeu, o objetivo é fomentar os pólos turísticos das duas cidades, principalmente, com as rotas dos peixes. O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, disse que o projeto também é um desejo dele e que está de portas e coração abertos para projetos que tragam desenvolvimento ao município. (G1)

 

Esportes

Cuiabá vence de novo fora de casa

O Cuiabá Esporte Clube ganhou do Bahia por 3 x 0  na Arena Fonte Nova, em Salvador, e sobe para 10° lugar na tabela do Brasileirão. O próximo jogo do Cuiabá será com o Fortaleza no domingo, na Arena Pantanal, na capital. (Terra)