Pantanal tem queda de 61% na superfície de água

Foto: divulgação/observatóriopantanal.org

Em 2023, pela segunda vez em três anos, o Brasil teve redução na superfície de água em comparação à média histórica, segundo o MapBiomas. No ano passado, a extensão coberta por água em todo o país teve queda de 1,5% em relação à média histórica. O Pantanal foi o bioma que mais secou ao longo do período, com a superfície úmida ficando 61% abaixo da média no último ano. Dos dez estados brasileiros que mais tiveram queda na superfície de água em relação à média histórica, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram os que registraram as diminuições mais expressivas. (G1-MT)

95% do fogo têm origem em propriedades privadas

A maior parte do fogo que queima o Pantanal teve origem em propriedades privadas, e quase nenhum incêndio tem indícios de ter começado por causas naturais, como raios. É o que apontam monitoramentos do bioma, via satélites, de diferentes instituições. Para pesquisadores, a ação humana é o principal vetor das queimadas, que podem se transformar em uma das maiores crises já vistas no pantanal. (Folha SP)

Pantanal, Amazônia e Cerrado, os três biomas presentes em Mato Grosso, registram alta nos alertas de focos de calor. Nos últimos 24 dias, as três regiões somaram mais de 2,1 mil focos no estado, com aumento de 40% se comparado a maio. O estado foi o que mais queimou neste ano, com 8.249 focos. (G1-MT) 

 

COLUNA

Sônia Zaramella

Relatos e fatos, pessoais ou não, do passado e do presente de Cuiabá e de Mato Grosso.

O sonho do VLT vendido para a Bahia

Data venia aos que pensam o contrário, essa ‘jogada para a plateia’ do governo de MT, ao vender os trens do Veículo Leve sobre Trilhos de Cuiabá para Salvador, avançando, portanto, com o BRT na capital, não apaga a essência da questão – fomos ludibriados, roubaram nosso dinheiro e ficamos sem o VLT.

Esse é o ponto de vista da colunista Sônia Zaramella, que avalia as perdas social, ambiental e emocional, além da econômica, para as comunidades e comerciantes de Cuiabá e VG que aguentaram perrengues durante as obras do descartado modal. Leia aqui a coluna.

 

Com uma sessão na semana, ainda falta quórum na ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União), ameaçou cortar a verba indenizatória de parlamentares que faltam às sessões ordinárias. Ele destacou que a ausência pode impactar os resultados das votações e lembrou que as sessões ocorrem apenas às quartas-feiras desde 2022, sem justificativas para faltas. Botelho enfatizou que cortará a verba de R$ 65 mil dos deputados que não comparecerem. (Olhar Direto)

A PEC que cria novos cargos e proíbe reeleição avança na ALMT. A proposta foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça e prevê quatro novos cargos: mais dois vice-presidentes e dois secretários do Legislativo. A mudança deve favorecer principalmente o deputado Max Russi (PSB), favorito para assumir o comando da Casa. Assim, Russi terá novas cadeiras para acomodar aliados para sua eleição. (Gazeta)

Avallone desiste de pré-candidatura em Cuiabá

O deputado Carlos Avallone (PSDB) anunciou o recuo de sua pré-candidatura à prefeitura de Cuiabá nas eleições deste ano. O tucano afirma que atendeu ao pedido de membros do interior que não querem perder o único deputado do partido na ALMT. Agora, Avallone diz que irá iniciar conversas com partidos e a Federação Brasil da Esperança para definir seu apoio. Espera-se que ele firme aliança com Eduardo Botelho (União) ou Lúdio Cabral (PT), seus colegas no Legislativo. (RDNews)

Lula diz que bolsonarismo tem quatro candidatos para 2026 

O presidente Lula disse que enxerga quatro governadores como possíveis candidatos à Presidência em 2026 alinhados ao ex-presidente Jair Bolsonaro: Tarcísio de Freitas (São Paulo), Romeu Zema (Minas Gerais), Ronaldo Caiado (Goiás) e Ratinho Júnior (Paraná). Com Bolsonaro inelegível até 2030, Tarcísio (Republicanos) emerge como um dos potenciais herdeiros do espólio do ex-presidente. (O Globo)

 

Foto: reprodução

STF define regra para diferenciar usuário de maconha de traficante

O STF decidiu, por maioria, que o porte de até 40 gramas de maconha para uso pessoal não é considerado crime. Essa quantidade será utilizada como parâmetro para diferenciar usuários de traficantes até que o Congresso Nacional defina uma legislação específica sobre o tema. O ministro Luís Roberto Barroso anunciou que houve um acordo entre os ministros para estabelecer esse limite. A decisão visa reduzir a criminalização de usuários e melhorar o sistema de justiça penal. (G1) 

A repercussão política mostra ampla divisão em relação ao tema. Setores progressistas consideraram a medida um avanço na garantia de direitos individuais. Por outro lado, políticos conservadores criticaram a decisão considerada por eles uma “invasão de competência” do STF sobre as prerrogativas do Congresso Nacional. (G1)

Moraes nega acordo a mato-grossenses envolvidos no 08/01

O STF negou um pedido dos mato-grossenses Luane Vignaga Grotta e Rogério César Grotta, que buscavam um acordo de não persecução penal (ANPP) para se livrarem de julgamento pela participação nos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023, em Brasília. O ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, pontuou que não cabe ao STF obrigar o Ministério Público a oferecer o acordo, assim como as circunstâncias não permitem a formalização do benefício, devido às provas suficientes da participação do casal. (Gazeta)

 

Foto: arquivo/Ministério da Saúde

Cuiabá em alerta para aumento de casos de chikungunya

Desde o começo do ano, Cuiabá registrou 277 casos prováveis de chikungunya, dos quais 248 foram confirmados, além de uma morte. Em Mato Grosso, 14.346 casos prováveis foram notificados, com 11 óbitos confirmados e dois em investigação. (G1-MT) 

Voo panorâmico para incentivar doações de sangue

A campanha de doação de sangue, promovida pelo Centro Integrado de Operações Aéreas de Mato Grosso (Ciopaer) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e o MT-Hemocentro, está oferecendo um incentivo especial. Entre os dias 1º e 5 de julho, todos os moradores de Cuiabá e Sorriso que doarem sangue estarão concorrendo a um voo panorâmico. (Olhar Direto)

Exército tenta derrubar governo na Bolívia

A Bolívia sofreu ontem(26) uma tentativa de golpe de Estado liderada pelo ex-comandante do Exército do país. Tanques do Exército e militares armados chegaram a invadir um palácio do governo, em La Paz. No entanto, o ato fracassou.A tentativa de golpe foi arquitetada pelo general Juan José Zúñiga. Ele acabou sendo preso e acusou o presidente Luis Arce de orquestrar o ato.

Zúñiga, destituído na véspera do cargo de comandante das Forças Armadas, foi substituído por José Wilson Sánchez Velázquez. Arce destituiu também os comandantes da Marinha e da Força Aérea, nomeando novos chefes para as Forças. (G1)

Lula condenou a mobilização do exército da Bolívia, que tomou a praça onde fica o palácio presidencial em La Paz. Ele disse esperar que a democracia prevaleça. (UOL)

Bolívia já teve 194 tentativas de golpe na história, diz pesquisador. Segundo Maurício Santoro, é “muito preocupante” que a tentativa de golpe de ontem tenha acontecido, porque não foi um caso isolado no contexto da América Latina. Ainda neste ano, na Guatemala houve uma tentativa de impedir a posse de um presidente eleito Bernardo Arévalo. (G1)

 

Meio Ambiente

Foto: reprodução

MT tem 21,5 milhões de hectares de mineração

Em Mato Grosso, a área de processos minerários identificados até fevereiro deste ano já somam 21.504.511 hectares, segundo a OPAN, com dados da Agência Nacional de Mineração. O número equivale a duas vezes o território de Portugal somado a mais vinte vezes ao território de São Paulo. O estado é responsável por 23,8% de toda a atividade do setor no Brasil, que ocupa cerca de um quarto de toda a extensão de Mato Grosso. O número de processos minerários também acompanhou o crescimento e saltou de 7.526 em 2018, para 11.859 em 2024, um aumento de 57,6% no período. (Agro Olhar) 

 

Economia

Foto: arquivo/EBC

Lula é contra desvincular aposentadorias do salário mínimo

O presidente Lula afirmou que “enquanto for presidente” não desvinculará o aumento das aposentadorias e pensões do reajuste do salário mínimo. Em entrevista ao UOL, ele disse que dar aumento real do salário mínimo não é gasto. “Não considero isso um gasto”, disse ele ao ser questionado se pretendia impedir que o reajuste das pensões previdenciárias e do BPC – pagamento de um mínimo a deficientes e ao idoso com 65 anos ou mais – respeitasse a correção inflacionária e o aumento do PIB. (UOL) 

O dólar renovou a máxima em quase dois anos e o Ibovespa registrou alta após as declarações do presidente. A moeda americana teve alta de 1,16% e fechou cotada a R$ 5,51. (CNN)

O IPCA- 15 – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15, considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,39% em junho, ante alta de 0,44% no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou abaixo das expectativas do mercado financeiro. (Folha SP)

Artigo 

Por que investir em franquias é um grande negócio

Sabia que as franquias têm cinco vezes mais chances de sucesso que empresas comuns? Com mais de 3.000 redes pelo país, esse modelo testado e padronizado pode gerar lucros acima de 30%. Também é possível investir sem precisar gerenciar, acompanhando tudo digitalmente. Leia aqui o artigo do consultor Carlos Raimundo Salomão. 

Governo fixa meta de inflação contínua em 3%

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta quarta-feira (26) que o sistema de meta contínua de inflação e o arcabouço fiscal criam um “novo horizonte macroeconômico” para o país. A meta será de 3%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos. 

Na nova sistemática, que começa a valer em 2025, a meta será considerada descumprida quando a inflação, medida pela variação de preços acumulada em 12 meses, ficar por seis meses seguidos fora do intervalo de tolerância. (Folha de SP)

 

Digital

Foto: Amazon

Amazon chega a US$ 2 trilhões com impulso de IA

A Amazon.com atingiu pela primeira vez o valor de mercado de US$ 2 trilhões, tornando-se a quinta empresa dos Estados Unidos a ultrapassar essa marca. As ações subiram 3,4%, para US$ 192,70, dando à gigante do comércio eletrônico o mesmo patamar que a Microsoft, Apple, Nvidia e Alphabet, pesos pesados​ da tecnologia. (CNN)

Bancos apostam na IA para acelerar operações 

Em todo o planeta, 78% dos bancos já estão implementando pelo menos um projeto que utilize a inteligência artificial (IA) para acelerar as operações e se relacionar com o cliente, segundo o IBM Institute for Business Value. Conforme o estudo, na América Latina os bancos têm quatro grandes objetivos com a implementação da tecnologia: aumentar o engajamento dos clientes (31%); incrementar operações de risco, compliance e segurança (25%); aumentar a produtividade em recursos humanos, marketing e compras (também com 25%); e o desenvolvimento na área de tecnologia da informação (19%). (Agência Brasil) 

 

Cultura

Foto: reprodução/redes sociais

Adélia Prado ganha o Prêmio Camões

A poetisa e escritora mineira Adélia Prado foi a vencedora do Prêmio Camões 2024 – o mais importante reconhecimento da literatura em língua portuguesa. Além do reconhecimento, ela recebe uma premiação de 100 mil euros. Na semana passada, a artista de 88 anos também foi laureada com o Prêmio Machado de Assis 2024, a maior honraria da Academia Brasileira de Letras (ABL). (Estadão)