Cooperativas exploram ouro e driblam regras

Foto: Secom-MT

Cooperativas e empresários burlam as regras do setor de mineração para criar mega-áreas ilegais de exploração de ouro na Amazônia. Um levantamento do jornal Folha de S.Paulo revelou que a Cooperalfa, cooperativa de Alta Floresta, acumula 207,8 mil hectares em Mato Grosso, área quase duas vezes maior que o município de São Paulo (105 mil hectares). Se fosse uma mineradora, seria a terceira maior do Brasil. Os requerimentos da Cooperalfa ficam todos próximos uns dos outros, o que na prática transforma toda uma região do norte mato-grossense em um enorme garimpo.

A Agência Nacional de Mineração (ANM) tem dificuldades de fiscalização devido ao sucateamento. As cooperativas conseguem declarar grandes áreas de exploração, facilitando a lavagem de ouro ilegal. A ANM está revisando normas para coibir essas práticas. (Folha SP)

A exploração de diamantes por uma mineradora de propriedade de ucranianos, em uma fazenda em Juína (735 km de Cuiabá), está sob investigação do Ministério Público Federal. O procurador da República Guilherme Fernandes Ferreira Tavares instaurou um inquérito civil para apurar possíveis irregularidades da empresa LVR Comércio e Extração Mineral Ltda, cujos sócios são Sergii Antonenko e Vyacheslav Rysin. Em 2019, a empresa movimentou 1.544,52 quilates de diamantes. (Gazeta)

 

COLUNA

Francisca Medeiros

Informações que unem o campo e a cidade.

Ecoansiedade afeta mais os jovens

Sentimentos de medo, raiva e impotência diante dos desastres ambientais. A ecoansiedade traz sofrimento físico e psíquico quando se vê os estragos causados por enchentes, secas extremas, furacões. Na coluna de hoje, Francisca Medeiros explica porque os jovens são mais afetados por estas situações. Será que isso pode influenciar até na decisão de ter filhos? Leia a coluna e entenda melhor as correlações da crise ambiental com a vida pessoal e coletiva de diferentes gerações.

 

Ciclone extratropical vai levar mais chuva e ventos ao RS

Um ciclone extratropical começará a se formar na região Sul do Brasil nesta segunda-feira, trazendo mais chuvas e ventos fortes no início da semana, segundo a MetSul meteorologia. O fenômeno causará ressaca em diversas praias, mas a precipitação não será suficiente para novas enchentes, e o ciclone garantirá dias de tempo mais firme a partir de quarta-feira. As chuvas mais intensas ocorrerão principalmente no Sul e Leste do Rio Grande do Sul. Após a passagem do ciclone, o tempo melhorará, com sol e nuvens predominando no final da semana. (O Globo)

Ideias inovadoras são foco do convite para enfrentar os desafios climáticos. Profissionais de todo o mundo são convidados a integrar catálogo de soluções para enfrentamento de crise e recuperação do estado. (CNN)

Beco do Candeeiro revive pesadelo do abandono 

Após três anos de uma obra de revitalização orçada em R$ 247 mil, que prometia reerguer o tradicional trecho do Centro Histórico de Cuiabá, o Beco do Candeeiro voltou a se deteriorar. O que predomina é o mau cheiro, o lixo e a insegurança, o que tem afastado a clientela do comércio, um caminho por onde os visitantes do Centro preferem não passar. Comerciantes relatam invasões e furtos constantes, além da presença de dependentes químicos, que agravam a situação do local. (MídiaNews)

Jayme reprova anulação de títulos a ministros do STF

O senador Jayme Campos (União-MT) criticou a anulação dos títulos de cidadão mato-grossense concedidos aos ministros do STF Alexandre de Moraes e Flávio Dino. Ele classificou a ação como uma falta de respeito e uma situação humilhante, independente de ideologias ou partidos. As honrarias foram propostas pelo deputado Valdir Barranco (PT) e aprovadas pela Comissão de Direitos Humanos da Assembleia de Mato Grosso. No entanto, o presidente da comissão, Gilberto Catani (PL), apresentou novo requerimento e o ato foi revogado.

O deputado Lúdio Cabral (PT) também criticou a retirada das honrarias e pontuou que a medida abre precedentes para anulação de outros títulos. (FolhaMax)

 

Candidatos a suceder Lira enfrentam resistências

Os pré-candidatos à sucessão de Arthur Lira na presidência da Câmara dos Deputados enfrentam obstáculos significativos para viabilizar suas candidaturas. Entre os principais nomes estão Elmar Nascimento (União-BA), Marcos Pereira (Republicanos-SP), Antonio Brito (PSD-BA) e Isnaldo Bulhões Jr (MDB-AL), todos com resistências políticas e desafios internos. Lira, impossibilitado de concorrer à reeleição, busca transferir seu capital político para um sucessor. A eleição ocorrerá em fevereiro de 2025, e o cenário permanece indefinido. A colaboração com o governo Lula é uma estratégia crucial para definir o apoio ao futuro presidente da Câmara. (Folha SP)

Câmara faz debates, mas não avança pacote ambiental

A Câmara dos Deputados não analisou nenhum projeto que busca atenuar os efeitos das mudanças climáticas, desde que o Congresso reconheceu o estado de calamidade no RS. O único texto aprovado, vai no sentido contrário: retira silvicultura de lista de atividades poluidoras e desobriga o licenciamento ambiental. O Senado votou um projeto de lei para a formulação de planos de adaptação às mudanças climáticas. No entanto, a proposta que já havia sido aprovada na Câmara em dezembro de 2022, acabou modificada pelos senadores e não voltou à pauta para revisão. (G1)

 

Foto: Freepik

STF prorroga validade das cotas raciais em concursos

O ministro Flávio Dino, do STF, concedeu uma liminar que prorroga a validade das cotas raciais em concursos públicos federais. Com isso, a política fica prorrogada até que o Congresso termine de votar o projeto de lei sobre o tema. Para ele, o prazo estipulado não pode ser enrijecido, já que o objetivo é que o marco da lei possa servir para que o Congresso reavalie a medida, podendo decidir ou não pela prorrogação. (Valor)

Professores da UFR param por tempo indeterminado

Os professores da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) aprovaram greve por tempo indeterminado, a partir de 3 de junho. A decisão da paralisação foi tomada após votação durante uma assembleia, foram 86 votos a favor, 28 votos contra e três abstenções. Os docentes juntam-se aos servidores técnico-administrativos que estão em greve desde março. Na semana passada, professores da UFMT também aprovaram greve por tempo indeterminado. (G1-MT)

 

MT é o 8⁰ estado mais afetado pela Covid

Dados do IBGE revelam que cerca de 1 milhão de mato-grossenses foram diagnosticados com COVID-19 pelo menos uma vez nos últimos anos, representando 31,9% da população com 5 anos ou mais em Mato Grosso. Deste total, 34,7% (561 mil) são mulheres e 29,2% (486 mil) são homens. A estimativa, divulgada na última sexta-feira (24) pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) suplemento COVID-19, com dados até o primeiro trimestre de 2023, coloca Mato Grosso como o oitavo estado brasileiro com maior percentual da população afetada pela doença. (Gazeta)

Uma década de progresso na expectativa de vida global foi eliminada com a Covid-19, segundo a OMS. A expectativa de vida caiu 1,8 ano, atingindo 71,4 anos, retornando aos níveis de 2003. A crise de saúde pública teve impactos significativos em várias regiões, revertendo avanços importantes. (CNN)

Anticoncepcional masculino perto de se tornar realidade

Pesquisadores da Baylor College of Medicine desenvolveram um método anticoncepcional masculino não hormonal, reversível e não tóxico, usando o composto CDD-2807 para inibir a proteína STK33, crucial na produção de espermatozoides. Em testes com camundongos, o composto reduziu a fertilidade temporariamente sem efeitos colaterais. Após interromper o uso, a fertilidade foi restaurada. Esta descoberta oferece uma nova abordagem promissora para contracepção masculina, com o próximo passo sendo testes em primatas para avaliar a eficácia em humanos. (O Globo)

 

Meio Ambiente


Foto: reprodução

MT é condenado por não analisar licença de desmatador

A Justiça de MT condenou o governo estadual por não analisar a licença ambiental de três propriedades rurais do pecuarista Claudecy Oliveira Lemes, no Pantanal. O pecuarista é investigado por gastar mais de R$ 25 milhões em desmate químico. A Sema-MT foi acusada de inércia ao não processar o pedido de análise do Cadastro Ambiental Rural (CAR), prejudicando o proprietário. As sentenças, emitidas por dois juízes distintos, destacaram que o Estado desrespeitou os prazos legais de 180 dias para conclusão do processo. O governo foi condenado a cumprir integralmente os prazos e ao pagamento de honorários advocatícios. (Olhar Direto)

 

Economia

Foto: Freepik

Demandas ambientais criam novos empregos

As novas exigências ambientais impulsionam o crescimento de empregos verdes em diversos setores do mercado de trabalho, incluindo mineração, agropecuária e indústria automotiva. Os salários iniciais geralmente começam em R$ 3 mil, podendo alcançar até R$ 50 mil em cargos mais seniores. Essa mudança não cria necessariamente novas profissões, mas adapta os talentos existentes para atender às novas regulamentações ambientais.

O setor agrícola, incluindo biocombustíveis e hidrogênio verde, oferece oportunidades promissoras, exigindo conhecimento técnico e habilidades multidisciplinares para atender às exigências ambientais e do mercado. (Estadão)

Produtores de soja e milho inovam para garantir safra

Produtores de soja e milho em Mato Grosso estão utilizando técnicas inovadoras para enfrentar a seca e garantir a safra. Segundo Rodrigo Pozzobon, engenheiro agrônomo e produtor na Fazenda Jaçanã em Sorriso, a irrigação tem sido uma solução eficiente para manter a produtividade. Além de driblar a falta de chuva, essa prática permite uma melhor gestão dos recursos hídricos, garantindo a continuidade das atividades agrícolas. A adaptação às condições climáticas adversas tem sido crucial para a sustentabilidade do agronegócio na região. (MidiaJur)

Um incêndio destruiu no fim de semana um armazém com quatro mil toneladas de soja da Caramuru Alimentos em Sorriso, Mato Grosso. A empresa e as autoridades locais estão avaliando os danos e investigando as causas do incêndio. Não houve relatos de feridos. (Olhar Direto)

Fávaro diz que fake news levou brasileiro a estocar arroz

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, reforçou que não haverá falta de arroz no Brasil, atribuindo o pânico e a estocagem do alimento a fake news espalhadas nas redes sociais. Ele afirmou que não há risco de desabastecimento e criticou a disseminação de informações falsas que geram insegurança na população. A situação resultou em uma corrida aos mercados, causando compras excessivas e desnecessárias. (RDNews)

 

Esporte

Foto: divulgação

Projeto Vôlei kids atende 100 crianças em Chapada dos Guimarães

O projeto Vôlei Kids desenvolve ações educativas, utilizando o esporte como ferramenta de formação. A estudante Thaina Victoria, de 10 anos, participa dos treinamentos há três anos e meio. Além de estar apaixonada pelo esporte e sonhar com uma carreira, ela destaca que um dos benefícios é “não ficar grudada no celular”.

O objetivo do projeto não é apenas formar atletas, mas também cidadãos e cidadãs. Desde 2008, conta com o apoio da Lebrinha. O trabalho é realizado com crianças e adolescentes de escolas públicas, entre 7 e 16 anos, envolvendo treinos, brincadeiras e atividades de saúde, educação e meio ambiente. Dona Estelita, que já teve os filhos no projeto e agora acompanha o neto, afirma que o programa ajuda “a pegar responsabilidade” e no desenvolvimento. “Sem essa parceria da Lebrinha, seria impossível realizar as ações em Chapada”, ressalta a gerente-executiva Selma Lopes. (#publi)

 

Agenda da semana

Foto: Arquidiocese de Cuiabá

A semana que vai do dia 27 a 31 de maio é marcada pelo feriado religioso de Corpus Christi, na quinta-feira (30). Apesar do feriado ser municipal, em Cuiabá a sexta-feira terá expediente normal. Por outro lado, o governo do estado decretou ponto facultativo tanto na quinta como na sexta, deixando os funcionários públicos estaduais de folga em todo Mato Grosso, de quinta a domingo.

Segunda-feira – 27/5

Início das inscrições para o Enem 2024

3º Encontro Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, no auditório Gervásio Leite, no Palácio da Justiça, a partir das 14h

Reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito da ALMT. O tema será a CPI para investigar as invasões urbanas e rurais em Mato Grosso

Terça-feira – 28/5

Sessão na Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães, às 9h, deve voltar pedido de cassação da vereadora Fabiana Nascimento (PRD)

OAB-MT realiza um dia de atendimentos e orientações para a população, de forma gratuita, na Praça Alencastro, em Cuiabá – 08h às 17h

IPCA-15 será apresentado pelo IBGE, às 9h

Audiência pública na Câmara dos Deputados com Bernard Appy, secretário extraordinário da reforma tributária na Fazenda, a partir das 9h.

No Congresso Nacional, está prevista sessão, às 14h, para análise de vetos presidenciais. Entre eles eles está o da ‘saidinha dos presos’

Divulgação dos dados do Caged de abril, às 15h

A Secretaria de Cultura (Secel-MT) promove reunião on-line com gestores e agentes de bibliotecas para apresentar o 12° Concurso de Ajudas 2024, edital internacional que está com inscrições abertas

Quarta-feira – 29/5

STF julga ação, com pedido de liminar, sobre direitos de transexuais e travestis

TSE convocou sessão extra. Será a última com Alexandre de Moraes

Previsão de votação no Senado do projeto de lei que trata da prorrogação da desoneração da folha de salário

Quinta-feira – 30/5

Começa o 7º Congresso Espírita de Mato Grosso, no Hotel Fazenda Mato Grosso. Divaldo Franco participará do evento

Sexta-feira – 31/5

Ponto facultativo nos órgãos públicos estaduais. Expediente normal na prefeitura de Cuiabá

Sábado – 01/6

Entrega do Prêmio Jejé de Oyá 2024, no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, às 19h30. Em seguida, acontece o Sambão de Jejé