Corrida para prefeitura de Cuiabá esquenta com disputas nos partidos

Foto: montagem

 

COLUNA

Adriana Mendes

Informações de política, judiciário e meio ambiente.

A pré-campanha para as eleições de 2024 em Cuiabá está nas ruas. Pré-candidatos fortes estão no páreo, mas nenhum desponta com larga vantagem.

Na coluna desta terça-feira, Adriana Mendes relata o atual cenário eleitoral na capital mato-grossense. A primeira etapa é o apoio do partido à candidatura, mas a disputa interna, ao invés de ajudar, pode prejudicar. Saiba quem são os postulantes na disputa ao Palácio Alencastro.

Leia aqui a coluna na íntegra.

 

Pré-campanha 2024

Eduardo Magalhães, vereador e presidente do Republicanos em Cuiabá, diz  que apoiará a vereadora Maysa Leão como vice da pré-candidatura de Eduardo Botelho. 

O vereador Robinson Cireia (PT) apontou a impossibilidade de alianças com Eduardo Botelho (União) e Emanuel Pinheiro (MDB) para as eleições de 2024.

Em Rondonópolis, o empresário rural Carlos Ernesto, mais conhecido como Teti, confirmou sua pré-candidatura à prefeitura pelo PT. (Olhar Direto)

 

Greve parcial de ônibus afeta usuários de bairros de Cuiabá

Usuários das linhas administradas pela empresa de transporte coletivo Caribus, em Cuiabá, foram surpreendidos ontem com a greve de seus motoristas e formaram grandes filas nos pontos de parada devido à falta do transporte. A empresa presta serviço na região do Centro Político Administrativo (CPA) e nos bairros Tijucal, Pedra 90 e Osmar Cabral. Os ônibus voltaram a circular no final da tarde. De acordo com a empresa, a Prefeitura de Cuiabá depositou parte do valor devido e foi feito um acordo com os funcionários.

Já a Prefeitura de Cuiabá informou que a paralisação nada tem a ver com o Executivo e o motivo do descontentamento dos funcionários é relacionado com a empresa Caribus. (G1-MT)

 

Primeiro dia do Enem registra 30,4% de ausentes em MT 

No primeiro dia de prova do Enem 2024, mais de 19 mil estudantes não compareceram aos locais de prova em Mato Grosso. O estado teve 30,4% de ausentes, taxa acima da média nacional, que registrou 28,4% de ausências. Ao todo foram 57 municípios e 177 locais de prova em todo estado. O segundo dia do Enem acontece no próximo domingo (12), com as provas de matemática e ciências da natureza. (G1-MT) 

A bancada do Agro – representada pela  Frente  Parlamentar da Agropecuária (FPA) – cobrou  explicações sobre três questões do Enem questionando o  “viés ideológico”. A  FPA pediu  a anulação das questões 89, 70 e 71 (números de referência da prova branca), pois, na avaliação da entidade, as perguntas “são mal formuladas, de comprovação unicamente ideológica” e permitem “que o aluno marque qualquer resposta, dependendo do seu ponto de vista”.  As questões abordaram fatores negativos do agronegócio no Cerrado, o avanço da cultura da soja e o desmatamento na Amazônia.(G1)

A  Acrimat –  Associação dos Criadores de Mato Grosso classificou  de “absurdo” o Enem 2023 elaborar questões “que não servem para avaliar conhecimento, mas sim para acusar, sem fundamento, toda a agropecuária nacional”. (MidiaNews)

A Famato –  Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso afirmou que preocupa “a falta de conhecimento técnico e o despreparo dos entes envolvidos na elaboração da prova’

 

PM e Bombeiros defendem leis que limitam vagas para mulheres 

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros manifestaram, em parecer, posições contrárias à ação no Supremo Tribunal Federal que questiona as leis de Mato Grosso que limitam em 10% e 20% o número de vagas para mulheres nos concursos dessas instituições. No parecer, a PM e o Corpo de Bombeiros rebatem os argumentos apresentados pela Procuradoria-Geral da República e pedem a derrubada da ação, argumentando a constitucionalidade das leis que seguem legislações próprias. O relator do caso, ministro Cristiano Zanin, aguarda ainda  o parecer da Assembleia Legislativa de Mato Grosso para julgar a ação. (Olhar Jurídico)

Saúde emite alerta para prevenção contra escorpiões

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) emitiu, ontem, alerta epidemiológico quanto ao aparecimento de escorpiões durante o período chuvoso que inicia neste mês. Em Mato Grosso há presença de três espécies que podem causar óbito: o escorpião marrom, o escorpião preto e o escorpião amarelo. Até hoje foram registrados no estado 1.258 acidentes com escorpiões e nenhum óbito. Caso seja picado pelo escorpião, a pessoa deve limpar o local com água e sabão, aplicar compressa morna e procurar o ponto estratégico referência ou o serviço de saúde mais próximo. (Midiajur/ Assessoria) 

 

Foto: arquivo pessoal

Negra e filha de boia-fria, desembargadora de MT se lança à vaga no STF 

Se pudesse dar um conselho ao presidente Lula (PT) para nomear o próximo ministro ou ministra do STF (Supremo Tribunal Federal), a desembargadora do Trabalho Adenir Alves da Silva Carruesco, de Mato Grosso, diria que essa escolha deve ser guiada pela visão de construir uma corte que atenda às necessidades da população brasileira e seja um símbolo de igualdade e representatividade.

Mulher negra de família pobre, Adenir teve o apoio de órgãos do estado mato-grossense, como a OAB (Ordem dos Advogados) e a Câmara Municipal de Rondonópolis, segundo ela, para se lançar candidata para ocupar a vaga da ex-ministra Rosa Weber no STF.(Folha/Uol)

TCE  oficializa nova Mesa Diretora

O conselheiro Sergio Ricardo, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), será eleito hoje o novo presidente da corte para o biênio 2024/2025. Ele é candidato único. Na oportunidade também serão oficializados o vice-presidente e o corregedor-geral do TCE-MT. Os candidatos são os conselheiros Guilherme Antonio Maluf e José Carlos Novelli, respectivamente.

Sergio Ricardo retornou ao cargo em 2021, depois de ficar cinco anos afastado. Ele foi acusado de improbidade administrativa por compra da cadeira no TCE por R$ 12 milhões.(Midianews)

 

Meio Ambiente

MT e PA têm maioria de pedidos para exploração mineral em terras indígenas 

A Agência Nacional de Mineração (ANM) tem em seu sistema 363 pedidos autorizados para exploração ou estudo dos recursos naturais dentro de terras indígenas (TIs) homologadas no Brasil. Mais da metade desses processos se concentra nos estados do Pará e de Mato Grosso.

Dos mais de 300 pedidos, 88 são para exploração de minério de ouro, 36 de areia, 36 de minério de manganês e 25 de cassiterita. O uso industrial das substâncias é o campeão dos registros, com 233, seguido da construção civil, com 36 pedidos autorizados. (Folha SP) 

Novo incêndio castiga Pantanal mato-grossense

Um incêndio já atingiu 18,54% da área do Parque Nacional do Pantanal mato-grossense, na região de Poconé, a 104 km de Cuiabá, conforme imagens de satélite atualizadas ontem. O fogo agora segue em direção a algumas propriedades particulares da região. As chamas já duram 15 dias. No mês passado, outro incêndio atingiu o pantanal no Parque Estadual Encontro das Águas, entre Poconé e Barão de Melgaço.(G1)

 

Guerra Israel x Hamas

Brasileiros continuam sem autorização para sair de Gaza

Após dois dias, a passagem de Rafah, que liga a Faixa de Gaza ao Egito, foi reaberta ontem. Só podem cruzar a passagem rumo ao continente africano os estrangeiros, cidadãos com dupla nacionalidade, egípcios e palestinos com ferimentos graves. Ainda não foram liberadas novas listas para a saída de Gaza e os brasileiros permanecem fora das listas.. 

Nesta segunda-feira (06) as tropas de Israel cercaram a cidade de Gaza, dividindo o território palestino em dois. A incursão deve acontecer hoje. 

Enquanto isso, os Houthis do Iêmen realizaram um novo ataque de drones contra Israel.

Chefes de 18 agências da ONU se reuniram na tarde desta segunda-feira e assinaram um apelo conjunto pelo cessar-fogo em Gaza.

A guerra completa um mês hoje deixando cerca de 11.400 mortos e, segundo a ONU, mais de 23 mil pessoas feridas que necessitam de tratamento. (G1/Folha SP) 

 

Economia

Foto: Lucas Rodrigues/Secom-MT

Mendes quer evitar prejuízo R$  6,4 bi com reforma tributária

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, enviou ofício ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, por meio do qual propõe medidas para evitar que Mato Grosso sofra “graves consequências” com a reforma tributária. Mendes mencionou o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), defendendo que seja mantido. Em 2022, o fundo totalizou R$ 3,2 bilhões, informou o governador. Ele estima que, com o texto atual da reforma, que futuramente extinguiria o fundo e substituiria o ICMS pelo IBS, a perda anual de Mato Grosso seria de R$ 6,4 bilhões.

Mendes  solicitou ainda que o seguro-receita – que será instituído para compensar as perdas dos estados e municípios – passe a ser segregado, “destinando-se 3% para os estados e 2% para os municípios”. O governador disse que suas propostas podem ser acolhidas sem que haja qualquer prejuízo aos demais estados. (MidiaNews)

Pacheco diz que vai pautar votação da Reforma Tributária na quarta

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse que pretende pautar a votação da Reforma Tributária  nesta quarta-feira, podendo estender as discussões para quinta, se necessário.  Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva marcou uma reunião de última hora com os líderes de partidos da base no Senado para a noite desta segunda-feira. O encontro, que não estava previsto na agenda do petista, é uma tentativa de destravar a votação da Reforma Tributária e outros temas de interesse do governo que estão na pauta do Senado.

A expectativa é que seja discutida toda a pauta de votações no Senado até o fim do anoO governo quer ver aprovados os dois novos nomes indicados para a diretoria do Banco Central e conta com a aprovação do projeto que estabelece a taxação dos chamados fundos exclusivos (voltados para alta renda no Brasil) e offshore (no exterior). (O Globo)

 

Fávaro autoriza Unidade Técnica do Mapa em Rondonópolis

Rondonópolis, a 220,8 km de Cuiabá, ganhou uma Unidade Técnica Regional de Agricultura e Pecuária (Utra), autorizada pelo ministro da Agricultura, Carlos Fávaro. O município é o segundo de Mato Grosso a contar com uma Utra. O prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (PSB), garantiu que o órgão deve entrar em funcionamento até dezembro. O superintendente de Agricultura e Pecuária, Maurício Munhoz, destacou que “o escritório facilita muito o agronegócio como um todo.(Gazeta Digital)

Segundo o IBGE, MT tem quase 10 cabeças de gado por pessoa

Dados recentes da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), do IBGE, indicam que Mato Grosso segue na liderança de maior produtor de bovinos do país. O estado está nessa posição desde 2004, seguido pelo Pará e Goiás. O estudo aponta o aumento de 5,6% do rebanho entre 2021 e 2022. Atualmente, Mato Grosso tem 34.246.313 cabeças de gado, o que significa 9,5 animais por pessoa, visto que sua população é de 3.658.813.(G1)

Amazon recebe certificação do governo e terá compras de até US$ 50 isentas

O governo anunciou nesta segunda-feira que a Amazon foi habilitada para participar do Programa Remessa Conforme, da Receita Federal. Já estavam certificadas: Shein, AliExpress e Sinerlog (portal brasileiro de compras internacionais) e Shopee. O principal benefício desse programa é a isenção do imposto de importação para compras de até US$ 50. Acima desse valor, continua valendo. Esse imposto federal é de 60%.

 

Esportes

Foto: Santos FC

Cuiabá empata no jogo contra o Santos 

O Cuiabá jogou contra o Santos ontem pela rodada 32 do Brasileirão. O jogo aconteceu no estádio da Vila Belmiro e terminou com o placar de 0x0.  Com isso, o Cuiabá se mantém na 12ª posição, enquanto o Santos está na 14ª. A próxima partida do Dourado também será fora de casa. Ela acontecerá em Salvador, na próxima quinta-feira (09).  Mesmo com empate o clube segue em busca de recuperação para que fique longe do rebaixamento e se classifique para a Copa Sul-Americana do ano que vem.  (Olhar Direto)