MT registra morte por chikungunya

Foto: divulgação

A primeira morte por chikungunya no estado ocorreu na cidade de Tangará da Serra (243 km de Cuiabá). A Secretaria Municipal de Saúde informou que o paciente era um idoso de 73 anos que tinha comorbidades, como hipertensão e diabetes. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado na sexta-feira (9), Mato Grosso já registrou 2.548 casos de chikungunya e 2.289 de dengue. Cinco pessoas morreram por complicações causadas pela dengue e 3 casos estão em investigação. (G1-MT)

Mais Médicos: estado terá 69 novos profissionais

O programa Mais Médicos contará com 69 novos profissionais, em Mato Grosso, no atendimento à população. Em todo o país, serão 1,5 mil novos profissionais em atuação pelo Sistema Único de Saúde (SUS), distribuídos em 624 cidades e 15 distritos sanitários indígenas em todas as regiões do Brasil. (Ministério da Saúde)

 

COLUNA

Francisca Medeiros

Informações que unem o campo e a cidade.

Elas nas ciências agronômicas

Mesmo com grandes contribuições femininas nas ciências agronômicas, fora do ambiente acadêmico são pouco conhecidos os nomes e as trajetórias da maior parte das pesquisadoras.

A jornalista Francisca Medeiros conta um pouco do trabalho de três cientistas – Anna Maria Primavesi, Johanna Döbereiner e Mary Engle Pennington -, pioneiras em descobertas que mudaram o rumo da agricultura. E fala também sobre como os espaços de poder nas instituições e entidades científicas ainda são majoritariamente ocupados por homens.

Leia aqui a coluna

 

Desembargador suspende medidas contra Emanuel

O TJMT acatou a decisão do STJ e suspendeu todas as medidas cautelares contra o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), incluindo o afastamento do cargo. Com isso, o chefe do Executivo retorna oficialmente às funções ainda hoje (11). A decisão se estende para o ex-assessor da Secretaria Municipal de Governo, Gilmar de Souza Cardoso, ex-secretário municipal de Saúde, Célio Rodrigues, e do ex-adjunto de Saúde, Milton Corrêa Costa. (RDNews)

Stopa destaca diferenças entre ele e Emanuel

O vice-prefeito de Cuiabá, José Roberto Stopa (PV), reforçou que nunca teve qualquer ligação com a Secretaria Municipal de Saúde e que não pode responder pelas ações de ninguém, em referência ao afastamento do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Stopa faz questão de se diferenciar do chefe do Executivo e diz que em algumas situações ele pensa diferente do prefeito. “Emanuel tem um CPF, eu tenho o meu”. (Olhar Direto)

Bolsonaro visita cinco cidades de MT, em abril

O ex- presidente da República Jair Bolsonaro (PL) anunciou uma agenda de compromissos em Mato Grosso em abril. A informação foi divulgada, neste fim de semana, em um vídeo na rede social da deputada Amália Barros. Ele estará nas cidades de Várzea Grande e Cuiabá, no dia 8 de abril, durante a comemoração do aniversário da Capital. Em seguida, irá nos municípios de Diamantino, Campo Novo do Parecis e Sinop. Mato Grosso foi um dos estados em que Bolsonaro recebeu mais votos nas eleições presidenciais. (Hipernotícias)

 

Dino não tem substituto no Planalto para a batalha digital

A saída de Flávio Dino do Ministério da Justiça para assumir uma vaga no STF deixou um vácuo na comunicação do governo e no enfrentamento da oposição via redes sociais. Nenhum dos atuais 38 ministros conseguiu ocupar o mesmo espaço, evidenciando a falta de articulação em uma área na qual a gestão Lula tem patinado desde o início do mandato. (O Globo)

Cuiabá tem 65% da população com sobrepeso ou obesidade

Estudo do Instituto Nacional de Cardiologia (INC), do Ministério da Saúde, indica Cuiabá como a terceira capital do país com maior número de pessoas com sobrepeso e obesidade. Os dados fazem parte da “Análise temporal da prevalência da obesidade e do sobrepeso no Brasil entre 2006 e 2023: evidências a partir dos dados do Vigitel”. O estudo aponta ainda que em 18 anos o número de pessoas acima do peso aumentou 19% e já ultrapassou o de pessoas com peso normal, que representam 35%. Na capital mato-grossense, o número de pessoas com sobrepeso e obesidade chegou a 65%. (Gazeta)

 

Intersexo: termo foi reconhecido em registro civil

Após quase três anos, a jornalista e fotógrafa Céu Ramos de Albuquerque conseguiu alterar seu registro civil com o termo intersexo. Foi a primeira pessoa que teve aprovação judicial para fazer a mudança, segundo a Associação Brasileira Interesexo (Abrai). O termo intersexo refere-se a uma variedade de condições em que uma pessoa nasce com características sexuais que não se enquadram nas típicas noções binárias de corpos masculinos ou femininos. Essas características podem incluir variações nos cromossomos, órgãos genitais, hormônios, entre outros. As manifestações intersexo podem ser evidentes desde o nascimento, surgir durante a puberdade ou tornarem-se aparentes mais tarde na vida. (G1)

Centro-direita vence em Portugal com pequena margem

Os portugueses foram às urnas neste domingo (10) em eleições antecipadas para escolher seu novo Parlamento. A disputa foi apertada entre a Aliança Democrática (AD), coligação dos partidos da direita tradicional, e o Partido Socialista, no poder desde 2015. A AD ganhou por estreita margem. O grande destaque foi a legenda de ultradireita Chega, que se consolidou como terceira força e se tornou peça-chave para a definição do próximo governo. Tradicionalmente, o partido mais votado indica o premiê, mas isso não é obrigatório. (G1)

 

Meio Ambiente


Foto: WWF-Brasil

Governo quer usar gado e soja para recuperar áreas degradadas

Com a justificativa de frear o desmatamento no país, o governo federal aposta em um programa que pretende recuperar áreas de pastagens degradadas em todos os biomas brasileiros, incluindo a Amazônia e o Cerrado, com a criação de gado, o cultivo agrícola, como soja e milho, e até madeira para corte. A medida é vista com ressalvas por ambientalistas porque, na prática, vai ajudar produtores – empresas e agricultores (pequenos e grandes) – a obterem financiamento externo, via BNDES, para investir em áreas que foram exploradas ao limite pela própria pecuária e agricultura, perderam a sua capacidade de produção e acabaram abandonadas. (G1)

Ricos usam 6 vezes mais recursos naturais do que pobres

Um relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) aponta que países ricos usam seis vezes mais recursos naturais do que países de baixa renda. O estudo também aponta que a extração e processamento de recursos são responsáveis por mais de 60% das emissões globais de gases de efeito estufa, exacerbando as desigualdades no uso global de recursos. O relatório enfatiza a necessidade de mudanças políticas significativas para reduzir o uso de recursos e minimizar impactos ambientais, enquanto se promove o crescimento econômico e o bem-estar humano. (Gizmodo/UOL)

 

Economia

Foto: Freepik

Mulheres comandam 41,3% das empresas abertas em 2023

O empreendedorismo feminino tem mostrado um crescimento significativo em Mato Grosso, com 41,3% das empresas abertas em 2023 sendo geridas por mulheres, totalizando cerca de 34,5 mil empreendimentos. Este dado representa um aumento de 13,4% em relação ao ano anterior, 2022, evidenciando uma tendência positiva na participação feminina no ambiente de negócios. O estado registrou um total de 83,6 mil novas empresas em 2023, incluindo MEIs e empresas de grande porte, marcando um leve crescimento de 1,24% em comparação com as 82,5 mil empresas inauguradas em 2022. (G1-MT)

Juro no rotativo continua bem acima do teto de 100%

A recente divulgação do Banco Central sobre juros do cartão de crédito mostrou pequeno impacto do novo limite de 100% no juros do rotativo. Mesmo com a taxa caindo para 415,3% ao ano em janeiro, o valor ainda é alto. O BC tentou aumentar a transparência com novos dados, mas isso não facilitou a comparação direta dos efeitos da medida. Como não foi divulgado um “antes e depois” do teto, não dá para dizer que houve uma queda nas taxas em função da nova regra. Com isso, a discussão sobre mudanças nas regras do cartão de crédito deve se intensificar. (Valor)

 

Déficit no seguro desemprego pode pressionar orçamento

O governo Bolsonaro deixou um déficit de R$ 6,3 bilhões no seguro-desemprego para a gestão Lula, que teve que cobrir as despesas. Apesar dos esforços para manter os pagamentos em dia, o problema orçamentário persistiu, resultando em um novo déficit de R$ 5,66 bilhões no final de 2023. Na avaliação de técnicos, o problema se tornou uma bola de neve. O Ministério do Trabalho e Emprego está buscando soluções para corrigir a execução orçamentária e garantir o cumprimento de todas as obrigações. (Folha SP)

Itaipu atinge 3 bilhões de MWh: suficiente para suprir o planeta por 43 dias

A usina hidrelétrica de Itaipu Binacional atingiu no sábado (9) a produção de 3 bilhões de megawatts-hora (MWh) de energia acumulada desde o início de sua operação, em maio de 1984, e se tornou a maior geradora de energia do planeta. Em equivalência energética, o volume de energia seria suficiente para abastecer a Terra por mais de 43 dias ou o Brasil todo por 5 anos e 11 meses. Nenhuma outra usina no mundo gerou tanta energia e, segundo a diretoria técnica da binacional, é improvável que este montante seja superado nas próximas décadas por qualquer outra hidrelétrica. (Valor)

 

Cultura

Editora publica clássico e revive “gênio indecifrável” de MT

O romancista chapadense que marcou a literatura nacional do século 20 com a genialidade da sua escrita é um autor aclamado pela crítica e até hoje publicado, mesmo quase duas décadas após a sua morte. A nova edição de um dos romances mais famosos de Ricardo Guilherme Dicke, o “Madona dos Páramos”, e outros 14 contos inéditos, estão sendo publicados no Brasil pela editora Record. (MidiaNews)

 

Agenda da semana

Segunda – 11/03

  • A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, participa da abertura da 68ª Sessão da Comissão sobre a Situação da Mulher, organizada pela ONU, em Nova York
  • Tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, presta depoimento à PF
  • Iniciam as inscrições para solicitar a CNH Social, em Mato Grosso

Terça- 12/03

  • Lula participa de solenidade para anunciar novos campi de Institutos Federais, no Palácio do Planalto
  • Reunião com todos os presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais, em Brasília
  • Conab divulga 6º levantamento da safra de grãos 2023/24
  • O IBGE divulga o IPCA de fevereiro

Quarta – 13/03

  • O Ministério do Trabalho divulga dados sobre vagas com carteira assinada criadas em janeiro
  • O STF julga se as mães que não gestaram os filhos também têm direito a licença-maternidade
  • PEC das Drogas entra na pauta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado

Sexta – 15/03

  • Audiência para debater sobre a nomeação dos remanescentes aprovados/classificados dos concurso da Segurança Pública – 19h – ALMT
  • Lula visita duas cidades no Rio Grande do Sul: Lajeado e Porto Alegre.
  • A primeira-dama Janja e a ministra Cida Gonçalves participam do evento “Mulheres e Nosso Futuro Digital”, organizado pela ONU, em Nova York
  • IBGE divulga pesquisa sobre o comportamento do setor de serviços em janeiro